domingo, 30 de janeiro de 2011

sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

Vamos passear?

Gente do céu! Eu não pensei que minha filha era tão anti-social, mas fiquei assustada.
Esses dias eu fui no shopping center, comprei um carrinho e estava com a alça quebrada, fui trocar. Chegando lá as vendedoras a viram no carrinho e logo chegaram para paparicar minha filha: Aaah, que linda! Nossa, que fofinha... E por aí foi.
Nossa pra quê? Na mesma hora ela abriu um berreiro, mas sabe AQUELE berreiro em que até a cara da bichinha ficou irreconhecível, pois é, foi este mesmo! Tive que pegá-la, fazer carinho, falar que está tudo bem, essas coisas de mãe, ela acalmou, demorou, mas acalmou.
Okay, pensei que foi um acaso do destino, até porque eu fiquei empurrando o carrinho e talvez ela tenha pensado que eu não estava mais lá, sentiu minha falta, enfim.
Mas hoje, bom, hoje não foi assim. Fui de novo no tal shopping center, de cara ela já ficou irritada, então fui direto fazer o que tinha que fazer.
Mas na verdade não teve como fazer nada. Chegando na primeira loja que pude entrar, peguei ela no colo e de repente, quando ela enfim viu a vendedora BUAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA AAAAAAAAAAAAAAAAAAH MAMAMA AAAAA BUAAAAA
hahaha tadinha! Ela não parou mais, então o que fiz? Voltei para casa ué, 10 minutos após ter saido! Bom, como disse o meu obstetra quando a tive: Vai para a casa e mostra quem manda!
E não é que eu, que pensei que nunca receberia ordens, tenho que obedecer à risca? E ainda por cima acho bom! haha
Pois é, pois é.... sem contar a noite que eu tive, né? Como disse antes: Que noite perfeita, perfeita para esquecer. Mas essa, deixa para a próxima.

quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

Eu quero COMIDA!!!

Minha filha tem 5 meses, como já disse. Pois bem, ela é amamentada e somente toma leite materno - meta, 6 meses!!- mas ontem foi um dia, digamos, interessante.
Estava eu sentada na frente dela, na espuma que coloco no chão, onde ela brinca, rola... olha pra fora de casa, enfim, coloquei ela sentadinha na minha frente e estava eu com uma bolacha doce de padaria, aquelas de leite ninho.
Estava uma delícia e eu estava mordendo cada pedaço e adorando, quando olho para a minha pequena, ela está lá, olhando com aquela carinha super curiosa, então eu parei e perguntei: você quer?  Claro que eu não iria dar né gente, foi só uma perguntinha, inofensiva, mas eu acho que ela entendeu.
Ela começou a gritar e estender a mão para a bolachinha e não parava de pedi-la, como se dissesse: Eu quero experimentar coisas novas!!!! Então o que eu fiz? Algo que não deveria ter feito - se eu soubesse o que ia acontecer depois - fingi que tirei um pedaço e coloquei a palma do dedão na boca dela.
Acho que foi efeito placebo, ela começou a chupetar meu dedão e fazer cara de quem estava gostando do sabor. Sabor que na verdade era do meu dedo rsrsrsrs Mas logo retirei o tal dedão e o que fiz? mordi mais um pedaço da bendita bolacha.
Pronto, foi o fim, ela olhou e pediu novamente, mas eu mexi o dedo indicador, indicando um não e aí começou: AAAAAAAAAaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaahhhhhhhhhhhhh!!!!!!!!!!!! mamama meeeeee meeee mama baaaaaa aaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaah
Ela quis pegar a bolacha de qualquer maneira. Foi aí que ela agarrou meu braço e tentou pegar a bolacha.

Passados uns 2 ou 3 minutinhos eu consegui fazê-la se acalmar.... Uma vez para nunca mais... desisti de comer na frente dela, a não ser banana ou outra fruta e verdura, quem sabe assim eu esteja a estimulando a comer essas coisas aí, mas bolacha nunca mais!!! hahahahaha

Acho que serve de aviso né, nunca comam algo gostoso e que só você pode comer na frente de seus filhos pequenos!! haha
Bom, pra finalizar, quando eu penso que está tudo resolvido e que nada disso acontecerá mais, minha irmã veio falar: Sabia que o pai todo dia de manhã dá um pão de queijo para a Julia ficar chupando?

Tá aí, acho que sei de onde veio a vontade dela. E todo aquele meu esforço de amamentação exclusiva até os 6 meses??
Foi tudo pro buraco......

terça-feira, 25 de janeiro de 2011

Profissão MÃE!

Vamos lá.
Olá! Sou Elisa, sou mãe de uma menina linda, de 5 meses ( 17/ago/2010) chamada Julia Valentina - nome de princesa!!.
Ela está aqui gritando, brincando com o pé, mordendo a mãozinha e curtindo o lindo dia - ela adora olhar o céu- e eu estou aqui, cansada, exausta, querendo dormir e, claro, feliz, realizada, maravilhada por ser mãe de um serzinho tão especial.
Por que será que ninguém avisa a parte do padecer, mas sempre fala do paraíso?
Bom, sou mãe solteira. Minha filha não foi planejada e tive que mudar meu mundo para poder tê-la e por fim criá-la. 
Se é complicado ser mãe, imagina mãe solteira?!!
Mas não tem problems, o melhor de tudo é que eu não preciso dividí-la com ninguém. O pior? As noites mal dormidas sem ajuda rsrsrs. Hoje foi o dia menos pior dos últimos 4 dias, ela acordou somente umas .... humm.... 4 vezes!! Uhuuuu, yes!!!
Vou finalizar, jájá tem almoço para fazer... Mas fico feliz por ter encontrado uma forma de compartilhar essa fase maravilhosa pela qual estou passando, cheia de obstáculos, mas também de realizações! 
Acho que amanhã tem mais,