sexta-feira, 26 de agosto de 2011

Amamentação x Violação da prática

Sinceramente, nunca ouvi uma critica dos outros de uma criança que com 3 anos (ainda) chupa chupeta, que com 4 anos (ainda) mama na mamadeira, que com 1 anos (ainda) não sabe usar copinho. Eu não falo nada, para quem me conhece sabe muito bem minha opinião e posição em relação a isso, mas não falo principalmente porque é uma escolha da mãe, ou dos responsáveis. Se quiser minha opinião, se quiser que eu responda algo, aí tudo bem, eu falo mesmo, sem ressalvas, agora acho desnecessário eu transmitir uma opinião sem necessidade.
Entendo que tenho muitas amigas que querem me ajudar, me orientar, é minha primeira filha, mais nova que seus filhos e que, pela experiência sei que tem muito a me ensinar e eu também a aprender. Só que as minhas amigas também me conhecem e sabem muito bem que eu não vou deixar de amamentar a minha filha, então em relação isso pouco tocam no assunto, e se tocam é de forma mais amena.
No entanto estou me sentindo extremamente violada ultimamente, como se eu fosse um bicho burro, uma ameba ambulante que é louca de amamentar uma filha que já tem dentes ou que já anda, e me pergunto "como assim?".
Será que as pessoas não tem senso de crítica, será que não entendem que a mulher tem direito sobre o próprio corpo e de decisão saudável em relação a criação do próprio filho que pariu e que dá a vida?
Pois bem, quero deixar bem claro que não sou uma vaca mimosa, que não sou uma ameba ambulante e que sei criar a minha filha. Erro com certeza, erro todos os dias, mas se erro é tentando acertar, pois é óbviu que não faço nada para ferir a minha filha.
Escutar que eu tenho que desmamar a minha filha simplesmente porque ela tem dentes na boca, porque já anda ou porque tem um ano e já está "velha demais", ou simplesmente porque é nojento, para mim é grotesco. Não, não é nojento. Foi desse peito que ela pôde sobreviver durante os seus 6 primeiros meses de vida exclusivamente, foi desse peito que ela conseguiu e consegue um carinho inigualável, é nesse peito que ela consegue dormir em paz, é nesse peito que ela encontra vida, carinho, amor de mãe.
Não me importo se você acha que amamentar é até os 6 meses ou se o ministério da saúde coloca na caixa de leite um anúncio que amamentação deve ser mantida até os 2 anos ou mais, não me importo se você acha que eu tenho que tampar meu peito (e a globeleza não), não me importo mesmo. Fique com seus pensamento para si, pois eu fico com os meus quando vejo um bebê com chupeta na boca (e confesso que acho até bonitinho uma criança mamando na mamadeira).

Um comentário: