domingo, 25 de março de 2012

Terceirizando a Educação

Educação escolar é uma coisa, educação social é outra.
Mas tanto a família quanto a escola tem papel fundamental em ambas as formas de educar.
Há algum tempo atrás estava com um grupo de amigas (onde nenhuma tem filhos) e elas começaram a dar opiniões sobre a criação dos filhos. O quanto é absurdo que deixemos nossos filhos no colégio e chegando em casa mal cuidamos deles, e a educação os pais querem que fiquem por conta somente da escola.
Concordo, é um absurdo que quando cheguem em casa, após buscar os filhos no colégio, eles mal olhem para a cara do filho e nem se quer queiram saber como foi o dia, o que fizeram, aprenderam ou se aconteceu algo. Isso é um absurdo, convenhamos. Mas isso não significa que a escola que esteja educando esses filhos.
Explico; O simples ato de não tomar atitude em relação aos cuidados do filho já é uma forma de educação. É a forma de educar daquela família. É o jeito de ensinar e de criar que "aquela" família tem.
O que quero dizer com isso? Que educação não tem como ser terceirizada, por mais que os filhos fiquem na escola quem determina a educação que eles terão somos nós, pais. E eu digo isso pela minha própria experiência de vida. Por mais que eu tivesse uma vida na escola, era dentro de casa que eu encontrava a forma  de agir socialmente, minha educação foi formada dentro da minha própria casa, com meus pais, seja esta educação boa ou ruim.
Isso significa que o que somos dentro de casa, como agimos, o que assistimos, como respondemos; tudo isso mostra aos nossos filhos a educação que damos a eles.
Há pais que educam dessa forma, mas acredito que muitos não são assim. Que apesar da falta de tempo, e mesmo que deixem seus filhos em período integral na escola, ao chegar em casa ensinam aos seus filhos a serem cidadãos melhores, a conviverem na sociedade e a progredirem e pensarem por si só.
Educar os filhos faz parte de nós, pais. Mas eu também acredito que faz parte de um todo. Todos nós estamos ligados a um todo, esse todo é a sociedade em geral. Portanto, para mim, a escola também tem que ter um papel importantíssimo na educação social dos alunos. Ela também tem a responsabilidade de ensinar aos nossos filhos valores, assim como nós, por quê não?
Afinal de contas os nossos filhos não interagem apenas entre nós, eles são parte do mundo.
É, eu sei, é complicado, e como. Eu vivo pensando sobre isso todos os dias, acredite. Lembro da escola em que estudei no ensino médio em que havia uma matéria que ensinava a conviver na sociedade. Eu bem sei o quanto ela foi importante para minha vida.
Quando percebermos que não deve haver competição escola x pais, que ambos agem de maneira a tornar nossos filhos pessoas sociáveis, veremos que o trabalho em conjunto é que nos faz crescer.
Pelo menos é o que eu aprendo no meu cotidiano.