quarta-feira, 21 de maio de 2014

Parir

Parir,
uma arte tão maravilhosa e que diz tanto em relação à mulher
São poucas as que se empoderam, e por diversos motivos, particulares ou não.
Mas, quando uma mulher toma a decisão de ter autoridade sobre seu próprio corpo, quando a mulher permite se passar por esse ritual de passagem tão importante, quando ela permite que seu companheiro participe desse processo de maneira gradativa e natural, então ela dignamente pari!
O homem, parte tão coadjuvante durante a gestação, por não saber como é estar grávida e por não entender muito bem as mudanças psicológicas e que ocorrem no corpo da mulher, as vezes também não entende muito bem o que está por vir.
Se nós mulheres, que somos mães ou não, mas que estamos gravidas podemos prever, mas não podemos afirmar o que está por vir, imagina eles, nossos companheiros?
Participar de todo o momento do trabalho de parto e parto da mulher é realmente deslumbrante. Isso permite que ele entenda toda a transformação que está acontecendo e, mais do que isso, participe a cada minuto da chegada de seu próprio filho.
Somos mamíferas uivantes! Somos mulheres que guarda no corpo os instintos mais primitivos da humanidade.
O ato de parir é tão natural quanto fundamental para a percepção materna.
Dar à luz: tirar aquele ser de nós, da escuridão em que está, no aconchego do útero, para trazer pela primeira vez à luz!
Que papel divino.
Como deusas trazemos um novo pertencente da terra.
Como entender isso? Precisamos parir para saber, precisamos parir para vivenciarmos, sentirmos, entendermos... O que é: dar à luz!
É algo tão importante e fundamental da raça humana e de qualquer relacionamento que é natural que a mulher só queira ter esse momento ao lado de quem e com quem realmente acredite ter o privilégio de participar disso.
Ninguém nasce mãe, ninguém nasce pai. Se torna.
E sair da posição de fruto para árvore frutífera é algo que vai além da compressão falada, escrita, somente saberemos o que é isso se soubermos vivenciarmos.
Portanto, pari mulher, se empodera, você é mais do que capaz, você é plena, viva e se liberta!

Um comentário:

  1. Ola gostaria muito de ter parto natural. Ja estou de 34 semanas, você pode me ajudar c algumas informaçoes? Sou de gyn. Meu email é melinamassarani@gmail.com

    ResponderExcluir