sexta-feira, 13 de junho de 2014

Cabelo crespo é cabelo ruim?

É inacreditável, é revoltante ver uma matéria como esta e, ainda pior, ver sites de grandes proporções apoiando isso.
Aliás, pior ainda, ver que uma pessoa conhecida publicou algo do gênero para o mundo inteiro ver e ninguém fez nada!
Meus olhos não podem acreditar no que está lendo.
A matéria tem como título: Abaixo assinado para que Beyoncè penteie o cabelo de sua filha.
No momento, minha indignação é tão grande que não consigo, definitivamente não consigo escrever nada.
Eu gostaria que todas as mães, cujos filhos sejam afros, ou tenham características afros, como o cabelo, peçam para que Jasmine Toliver, peça desculpas públicas e internacional para nós. 
Só queria fazer uma observação à Jasmine, cabelos afros não se penteiam, simplesmente porque não tem como penteá-los, eles são crespos. 
Além do mais, um cabelo afro é afro e ponto. Da mesma maneira que um cabelo liso é liso, o ondulado é ondulado e por aí vai.
Ter um cabelo afro não significa desleixo.
Ou você acha que por ter uma característica negra já significa ser sujo e desleixada? 
Porque não se adequar a moda do alisamento, significa ser desleixada?
Olha, eu fico pensando que, se fazem isso com a mulher mais rica do mundo, feminista, negra, imagina o que pensam sobre a minha filha, sobre a sua. 
"Filha de preto", "cabelo ruim", "cabelo de pobre".
"Preta do cabelo duro" sabe qual é o pente que deve te pentear? Nenhum! 
Porque a "preta do cabelo duro", ao contrário das "normais" não precisa de pente, seu cabelo já se molda sozinho.
Aliás, sozinho nada, cuidar e ter um cabelo crespo exige muito trabalho.
Ah! Lembrei de várias pessoas que falam que não existe mais racismo, lembrei também daquele ator famoso que disse que não deveria existir o dia da consciência negra e que só assim acabaria o racismo.
Queria mandar um recado. Se não há visibilidade, não há mudança. 
O racismo é constante, é frequente, degradante, humilhante.
Há uma situação que queria postar aqui no Blog, mas até hoje não consegui escrever, o dia em que me chamaram a polícia porque minha filha era negra. 
Não existe racismo no Brasil e nem no mundo, afinal, né? A questão do cabelo é um mero detalhe do reflexo obrigatório que devemos ver no espelho!
E, para quem não viu, segue o link página da globo: Abaixo assinado

Nenhum comentário:

Postar um comentário